Discurso durante a 159ª Sessão Deliberativa Ordinária, no Senado Federal

COMUNICAÇÃO SOBRE O INICIO, NO UTLIMO DIA 19, DAS INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PUBLICO DO SENADO FEDERAL DE CONSULTOR LEGISLATIVO E CONSULTOR DE ORÇAMENTO.

Autor
Carlos Wilson (PTB - Partido Trabalhista Brasileiro/PE)
Nome completo: Carlos Wilson Rocha de Queiroz Campos
Casa
Senado Federal
Tipo
Discurso
Resumo por assunto
SENADO.:
  • COMUNICAÇÃO SOBRE O INICIO, NO UTLIMO DIA 19, DAS INSCRIÇÕES PARA CONCURSO PUBLICO DO SENADO FEDERAL DE CONSULTOR LEGISLATIVO E CONSULTOR DE ORÇAMENTO.
Publicação
Publicação no DSF de 22/11/2001 - Página 29089
Assunto
Outros > SENADO.
Indexação
  • REGISTRO, INSCRIÇÃO, CONCURSO PUBLICO, SENADO, CARGO PUBLICO, CONSULTOR, LEGISLATIVO, ORÇAMENTO, EXAME, REALIZAÇÃO, ESTADO DO PARA (PA), ESTADO DE MINAS GERAIS (MG), ESTADO DE PERNAMBUCO (PE), ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (RS), ESTADO DO RIO DE JANEIRO (RJ), ESTADO DE SÃO PAULO (SP), ORGANIZAÇÃO, UNIVERSIDADE DE BRASILIA (UNB).

  SENADO FEDERAL SF -

SECRETARIA-GERAL DA MESA

SUBSECRETARIA DE TAQUIGRAFIA 


            O SR. CARLOS WILSON (PTB - PE. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, faço um rápido registro sobre um assunto de interesse maior da Casa.

            Foram abertas no dia 19 de novembro as inscrições para o concurso público de provas e títulos com vistas ao preenchimento de 27 vagas - em mais de 20 áreas de competência - nos cargos de Consultor Legislativo e Consultor de Orçamento do Senado Federal.

            O fato reveste-se de profunda relevância, pois as Consultorias Legislativas e de Orçamento são órgãos prestadores de serviços de assessoramento da mais alta qualidade, relevância e alcance social para esta Casa e para o Congresso Nacional tanto no âmbito das respectivas Mesas Diretoras quanto diretamente para os Parlamentares no exercício dos seus mandatos.

            Havia, contudo, mais de meia década que a Consultoria Legislativa do Senado Federal não recrutava recursos humanos. E o faz agora, de maneira efetivamente inovadora. Pela primeira vez, na quase bicentenária História do nosso Senado Federal, a primeira fase dos exames de seleção será realizada também fora de Brasília. São seis as capitais regionais escolhidas - Belém, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, onde serão aplicadas as duas provas da fase inaugural do concurso.

            É medida sábia, proposta pelo grupo de trabalho especialmente constituído para acompanhar o concurso, e prontamente adotada e estimulada por V. Exª. e pela Mesa Diretora do Senado Federal. Tal iniciativa evidencia o alto índice de preocupação democrática, pois, definitivamente, nacionaliza - em um País com as dimensões e a formidável diversidade do Brasil - as oportunidades. Concede, em uma expressão muito decantada, mas pouco implementada, a tão necessária igualdade de oportunidades.

            Em termos práticos, faculta a milhares de brasileiros de todos os quadrantes de nosso território - portadores de diploma de curso superior de duração plena, não importa a área do conhecimento - a chance concreta de disputar o ingresso nos quadros da mais Alta Câmara do Legislativo brasileiro.

            Um outro aspecto importante a sublinhar é o fato de que todo o processo de recrutamento e seleção será inteiramente conduzido por órgão externo e absolutamente independente do Senado Federal, no caso, o Cespe - Centro de Seleção e de Promoção de Eventos - vinculado à Universidade de Brasília. Trata-se, enfatizo, de um aspecto importante na medida em que agrega ainda mais seriedade, autonomia, credibilidade, transparência e visibilidade do Congresso Nacional.

            Muito obrigado.


            Modelo16/17/2412:09



Este texto não substitui o publicado no DSF de 22/11/2001 - Página 29089