Discurso durante a 164ª Sessão Deliberativa Ordinária, no Senado Federal

Considerações sobre documento elaborado pelo Departamento Nacional do Serviço Social do Comércio a respeito do tema "Educação e Cidadania para um novo tempo".

Autor
Romero Jucá (PSDB - Partido da Social Democracia Brasileira/RR)
Nome completo: Romero Jucá Filho
Casa
Senado Federal
Tipo
Discurso
Resumo por assunto
POLITICA SOCIAL.:
  • Considerações sobre documento elaborado pelo Departamento Nacional do Serviço Social do Comércio a respeito do tema "Educação e Cidadania para um novo tempo".
Publicação
Publicação no DSF de 29/11/2001 - Página 29803
Assunto
Outros > POLITICA SOCIAL.
Indexação
  • COMENTARIO, DOCUMENTO, SERVIÇO SOCIAL DO COMERCIO (SESC), DIVULGAÇÃO, PRIORIDADE, ATUAÇÃO, INCENTIVO, EDUCAÇÃO, CRIAÇÃO, PROJETO, AUXILIO, ENSINO, CRIANÇA, ADOLESCENTE, ADULTO, ATUALIZAÇÃO, CONHECIMENTO, MELHORIA, CULTURA, QUALIFICAÇÃO, TRABALHADOR, BENEFICIO, EMPREGO.

  SENADO FEDERAL SF -

SECRETARIA-GERAL DA MESA

SUBSECRETARIA DE TAQUIGRAFIA 


            O SR. ROMERO JUCÁ (Bloco/PSDB - RR) - Sr. Presidente, Srªs. e Srs. Senadores, o Departamento Nacional do Serviço Social do Comércio (SESC), com tantos e tão relevantes serviços prestados ao País, divulgou, há pouco, documento em que expõe suas novas prioridades. Subordinado ao tema “Educação e Cidadania para um novo tempo”, o trabalho, que ora sucintamente comentamos, define, a partir do estudo do interesse nacional e da necessidade de sua clientela, as ações que passa a desenvolver para a “formação integral do cidadão”.

            Conforme nos esclarece o Diretor-Geral Oswaldo Kilzer da Rocha, do Departamento, em mais de meio século de atuação o SESC habitualmente definia as suas prioridades a partir da identificação das maiores necessidades do País e “das carências de sua clientela”.

            Rememora, a respeito, que no limiar da década de 50 exerceu papel relevante nas campanhas de combate à tuberculose, então considerada o flagelo das populações menos favorecidas. Também, promovia a criação de maternidades-modelo, de que é exemplo a do Hospital Carmela Dutra, da cidade do Rio de Janeiro, vindo a alcançar o declínio das preocupantes estatísticas de óbitos por parto, que então eram observadas.

            Nos dias correntes, frente às transformações que o nosso País e o mundo experimentam, vê-se o SESC mais uma vez levado a compatibilizar as suas ações e políticas, de sorte a atender aos pleitos de seus usuários e às aspirações nacionais.

            Exemplo disso, a elevação do desemprego e sua conseqüência na vida nacional mais uma vez motivaram os empresários e dirigentes do SESC a orientar o seu grupo de técnicos, no sentido de serem pesquisadas as alternativas aptas a enfrentar o problema.

            Conquanto promova a organização de mão-de-obra intensiva, gerando mais de 15 mil ocupações diretas e indiretas, foge à competência do SESC a criação de empregos. Porém, pode exercer produtiva atuação com o fim de aumentar a empregabilidade e a laborabilidade de sua clientela e do grupo social.

            Exigindo-se o crescimento do nível cultural do trabalhador e o aumento de sua capacidade de absorver novas tecnologias, explica-se que a ação educativa permanente, propositiva e transformadora constitua hoje a prioridade do SESC.

            Nesse caso, não se trata de Educação Profissional, mas de ações destinadas à formação integral do cidadão, que deve “aprender a aprender” e “aprender a pensar criticamente”. Os programas de alfabetização, portanto, acima do simples domínio do alfabeto, devem preparar o alunado “para o exercício pleno da cidadania”.

            Entre muitos desses projetos, em plena execução, citamos os relacionados às áreas de Educação Infantil; de Educação de Jovens e Adultos; de Atualização de Conhecimentos; de Capacitação de Professores; de Atualização de Conhecimentos e Requalificação Profissional; de Educação para o Trabalho e de Formação do Cidadão, como dissemos inicialmente.

            Concluímos, Srs. Senadores, esta nossa breve intervenção, consignando que a iniciativa do SESC, pela dimensão e atualidade dos seus propósitos, inscreve-se no rol das contribuições de mais alta relevância para o crescimento do País, por isso merecendo os encômios que ora fazemos registrar na Ata dos nossos trabalhos.

            Era o que tínhamos a dizer.


            Modelo13/2/247:13



Este texto não substitui o publicado no DSF de 29/11/2001 - Página 29803