Discurso durante a 35ª Sessão Não Deliberativa, no Senado Federal

Relato da viagem de S.Exa. à cidade de Piripiri/PI, no último sábado.

Autor
Heráclito Fortes (DEM - Democratas/PI)
Nome completo: Heráclito de Sousa Fortes
Casa
Senado Federal
Tipo
Discurso
Resumo por assunto
HOMENAGEM. ESTADO DO PIAUI (PI), GOVERNO ESTADUAL.:
  • Relato da viagem de S.Exa. à cidade de Piripiri/PI, no último sábado.
Publicação
Publicação no DSF de 23/03/2010 - Página 8749
Assunto
Outros > HOMENAGEM. ESTADO DO PIAUI (PI), GOVERNO ESTADUAL.
Indexação
  • REGISTRO, VISITA, ORADOR, MUNICIPIO, PIRIPIRI (PI), ESTADO DO PIAUI (PI), PARTICIPAÇÃO, COMEMORAÇÃO, ANIVERSARIO, DEPUTADO ESTADUAL, ELOGIO, VIDA PUBLICA, CONGRATULAÇÕES, COMENTARIO, AMIZADE, FAMILIA, PRESENÇA, POLITICO, AUTORIDADE, EX-CONGRESSISTA, EX GOVERNADOR.
  • CRITICA, ATUAÇÃO, GOVERNO ESTADUAL, ESTADO DO PIAUI (PI), DESCUMPRIMENTO, PROMESSA, CAMPANHA ELEITORAL, OCORRENCIA, CRISE, NATUREZA POLITICA, REGIÃO, MOTIVO, AUSENCIA, DEFINIÇÃO, GRUPO, APOIO, GOVERNADOR, CANDIDATO, SUCESSÃO, DISPUTA, ELEIÇÕES.

                          SENADO FEDERAL SF -

            SECRETARIA-GERAL DA MESA

            SUBSECRETARIA DE TAQUIGRAFIA 


            O SR. HERÁCLITO FORTES (DEM - PI. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, no sábado passado, estive, com muita alegria, na cidade de Piripiri, onde participei das comemorações de aniversário do Deputado Estadual Marden Menezes, que é uma das melhores revelações da política do Piauí nos últimos tempos. É filho do Prefeito de Piripiri, Luiz Menezes, e da Dona Socorrinha. Seu pai, o Luiz, é meu velho companheiro de lutas políticas, desde o início desta minha trajetória. Tenho por todos eles, pela família toda, o maior apreço, uma relação de amizade pessoal que suplanta, extrapola os limites da política. Quero fazer esse registro porque fiquei impressionado com a quantidade de pessoas não só da própria cidade de Piripiri, mas também de toda a região que para lá se deslocaram - o encontro foi realizado na Associação Atlética Banco do Brasil - para prestar as homenagens e participar daquela confraternização.

            Marden Menezes é um jovem político, querido, futuroso. Encontrei-me com lideranças políticas de Pedro II, de Capitão de Campos, de Piracuruca, de Boa Hora, de Brasileira, de Barras. Vou lembrando os Municípios, mas o que me impressionou foi o entusiasmo com que aqueles correligionários participaram daquele evento.

            É claro que estamos nos aproximando de um período eleitoral, e me fiz acompanhar do Prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, que é apontado como o candidato a Governador do Piauí no próximo pleito, representando o bloco de oposição; do Deputado Luciano Nunes Filhos, outra jovem liderança; do Deputado Estadual Tererê, representante de Parnaíba, candidato a Deputado Federal; e do Deputado Edson Ferreira. Enfim, um grupo de políticos foi àquela cidade, e lá encontramos o ex-Senador e ex-Governador Freitas Neto e o ex-Senador e ex-Governador Hugo Napoleão. Faço essas citações para mostrar a importância desse encontro político na região de Piripiri. E digo da minha satisfação de ter encontrado grandes amigos, pessoas que eu não via já há algum tempo, vereadores, ex-vereadores, enfim, uma força expressiva muito grande da região norte do Estado do Piauí.

            Renovo aqui meus votos de congratulações ao Marden, desejando que ele continue a ter essa carreira política coberta de êxito que vem tendo até agora.

            Para mim, é sempre motivo de muita alegria e de grande satisfação toda vez em que vou a Piripiri. Piripiri faz parte de minha vida pública. Somos, eu e Piripiri, siameses. Não conseguimos, de maneira alguma, separar-nos, apartar-nos.

            Sr. Presidente, não só lá, como também em todo o Estado, o tema mais discutido é a inclusão no “blocão” do Governo. Aliás, esse foi tema de vários discursos meus aqui, em que eu mostrava que o Governador do Estado agia na sucessão como agia no comprometimento e na promessa de obras que anunciava que iria realizar no Piauí. As promessas não eram concretizadas. No caso da sucessão, há uma coisa muito parecida. Ele prometeu a vaga de candidato à sua sucessão a quatro candidatos de quatro tendências políticas diferentes e ao chamado “blocão” de apoio ao seu Governo. Agora, encontra-se em situação de muita dificuldade, Senador Raupp. Já anunciou algumas vezes que não será candidato. Depois recua, resolve ser candidato. Agora, já não é mais candidato. Enfim, o Piauí está vivendo um caos político.

            Mas uma coisa, Senador Alvaro Dias, chamou-me muito a atenção e me enche de tristeza profunda. É que esse debate vem sendo travado por parte dos que formam o “blocão” do Governo, mas, em nenhum momento, coloca-se como ponto central da discussão o futuro do Estado do Piauí: propostas, projetos, plano de governo, solução para o estado caótico da economia piauiense e da crise por que passa o Governo do Estado. Como solucionar isso? O que fazer daqui para frente? Qual o nosso posicionamento, por exemplo, com relação a essa questão do pré-sal?

            Essa questão está sendo tratada apenas no item conquista do poder: “Quero o poder, porque quero o poder”. Infelizmente, não é um debate positivo, Senador Sadi, para o Estado do Piauí. Esse debate deveria ser feito por meio de propostas, de ideias e de programas, não da simples ambição de querer ocupar um cargo, como se o governo fosse uma capitania hereditária: “Estou aqui, vou terminar e vou fazer meu sucessor”. As coisas não são bem assim. O que se nota é uma impaciência, uma insatisfação muito grande por parte da população piauiense, que não vê esses episódios com bons olhos.

            Daí por que vim de lá, Senador Valdir Raupp, cheguei aqui ontem e digo a V. Exª: nunca me senti numa situação tão estranha, num período pré-eleitoral como este. Antigamente, num período como este, os adversários estavam em disputa, em agressões, mas, hoje, não: é a própria base formada por esse “blocão” que se agride, que debate a questão sucessória e que nos deixa um pouco fora de tempo. Já está consolidada a estrutura política que queremos, que é o melhor para o Piauí, que é um candidato de grande sucesso: o Prefeito de Teresina, um homem agregador, um homem sério, um homem de palavra, um homem sereno.

            Estamos esperando para ver como é que as coisas ficam e como é que eles vão arrumar essa carga tão pesada de pessoas que, desejosas de poder, querem perpetuar-se não para servir ao povo do Piauí, mas, na grande maioria das vezes - é claro que existem exceções -, para tirar proveito das benesses que o poder, muitas vezes, proporciona.

            Muito obrigado. Sr. Presidente.


Modelo1 6/22/243:36



Este texto não substitui o publicado no DSF de 23/03/2010 - Página 8749