Discurso durante a 217ª Sessão Deliberativa Ordinária, no Senado Federal

Apresentação da renúncia ao mandato de Senadora da República, a partir de 28 do corrente, para assumir o Governo do Rio Grande do Norte.

Autor
Rosalba Ciarlini (DEM - Democratas/RN)
Nome completo: Rosalba Ciarlini Rosado
Casa
Senado Federal
Tipo
Discurso
Resumo por assunto
SENADO. ATUAÇÃO PARLAMENTAR.:
  • Apresentação da renúncia ao mandato de Senadora da República, a partir de 28 do corrente, para assumir o Governo do Rio Grande do Norte.
Aparteantes
Antonio Carlos Valadares, Marco Maciel.
Publicação
Publicação no DSF de 23/12/2010 - Página 60985
Assunto
Outros > SENADO. ATUAÇÃO PARLAMENTAR.
Indexação
  • QUALIDADE, CANDIDATO ELEITO, GOVERNADOR, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE (RN), APRESENTAÇÃO, RENUNCIA, MANDATO PARLAMENTAR, SENADO, BALANÇO, CONTRIBUIÇÃO, ATUAÇÃO PARLAMENTAR, AGRADECIMENTO, CONFIANÇA, POVO, APOIO, SENADOR, SAUDAÇÃO, PROXIMIDADE, POSSE, GARIBALDI ALVES, SUPLENTE, PAI, GARIBALDI ALVES FILHO, CONGRESSISTA, REGISTRO, RESPONSABILIDADE, COMPROMISSO, GOVERNO ESTADUAL.

                          SENADO FEDERAL SF -

            SECRETARIA-GERAL DA MESA

            SUBSECRETARIA DE TAQUIGRAFIA 


            A SRª ROSALBA CIARLINI (DEM - RN. Para uma comunicação inadiável. Sem revisão da oradora.) - Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, comunico que estou deixando esta Casa para assumir, em 1º de janeiro de 2011, o Governo do Rio Grande do Norte, nova missão que o povo potiguar me delegou.

            Honrou-me, nos últimos quatro anos, representar o meu Estado como a primeira mulher norte-rio-grandense no Senado Federal.

            O trabalho que realizei, com dedicação, zelo e ética, com certeza, dignificou o voto dos norte-rio-grandenses.

            Pude contribuir para avanços sociais como Presidente da Comissão de Assuntos Sociais e tantos outros trabalhos que realizamos nas diversas outras Comissões de que tive a satisfação de participar, além dos inúmeros debates no plenário, todos para contribuir no fortalecimento da democracia e na busca permanente da cidadania plena para o povo brasileiro.

            Agradeço ao povo potiguar a confiança e aos nobres Senadores e Senadoras a acolhida, o apoio e o aprendizado.

            Como nordestina, na defesa incondicional de valorização, justiça e igualdade regional, honrei a cadeira ocupada pelos ilustres potiguares Theodorico Bezerra, José Augusto Bezerra de Medeiros, Georgino Avelino, Juvenal Lamartine, Agenor Nunes de Maria, Geraldo Melo, Fernando Bezerra, Carlos Alberto de Sousa, Dario Pereira de Macedo, Dinarte Mariz, Jerônimo Dix-Huit Rosado, Jessé Pinto Freire, Lavoisier Maia Sobrinho, Moacir Torres Duarte, Monsenhor Walfredo Gurgel, entre tantos outros ilustres potiguares.

            E não poderia deixar aqui de registrar a presença de dois grandes potiguares que continuarão nesta Casa. São dois norte-rio-grandenses e amigos fraternos: o Líder do meu Partido, Senador José Agripino, e nosso Senador Garibaldi, que também se afastará desta Casa para assumir a missão de Ministro da Previdência.

            Serei substituída por meu primeiro suplente, Dr. Garibaldi Alves, um homem que tem uma vida pública bastante profícua e íntegra. Ele foi Vice-Governador do meu Estado, Deputado Estadual e representou várias missões durante toda a sua vida como político e empresário, dignificando nosso Estado. Ele também é o pai do nosso Senador Garibaldi Alves Filho e estará aqui para prestar seu relevante serviço ao nosso Estado e ao nosso Brasil.

            Sendo assim, de acordo com o art. 29 do Regimento Interno do Senado Federal, comunico à Mesa Diretora do Senado que estou renunciando ao mandato de Senadora da República a partir de 28/12/2010 para assumir, em primeiro de janeiro de 2011, o cargo de Governadora do Rio Grande do Norte, desejando a todos um Feliz Natal e um Ano Novo de muitas realizações e luz.

            Srs. Senadores e Srªs Senadoras, trabalhadores do Senado e povo brasileiro, quero me despedir desta Casa, mas antes dou um aparte ao Senador Marco Maciel.

            O Sr. Marco Maciel (DEM - PE. Com revisão do aparteante.) - Nobre Senadora - agora podemos dizer Governadora - Rosalba Ciarlini, quero, em rápidas palavras, cumprimentá-la pelo excelente desempenho que obteve nas eleições realizadas neste ano e dizer também que a vitória de V. Exª foi um reconhecimento do trabalho do Líder do nosso Partido, Senador José Agripino. Devo aproveitar a ocasião para desejar a V. Exª, ao Carlos Augusto, seu esposo, a toda a sua família votos de continuado êxito nas suas atividades. Também formulo votos de que venha - como todos temos mais do que convicção, a certeza - a desempenhar as funções que assumirá de forma muito digna, proba e competente, como V. Exª demonstrou no Senado Federal, honrando o Estado do Rio Grande do Norte. Parabéns a V. Exª.

            A SRª ROSALBA CIARLINI (DEM - RN) - Muito obrigada, Senador Marco Maciel.

            Já tive a oportunidade de externar este meu sentimento, mas gostaria aqui de, mais uma vez, levar a toda a Nação a admiração que tenho por V. Exª, pelo seu trabalho, pela sua história, pela forma íntegra com que contribuiu em momentos decisivos da vida brasileira, para que pudéssemos hoje respirar democracia.

            Quero aqui, desde já, dizer da nossa vontade de honrar não somente cada voto que recebi do povo norte-rio-grandense, mas também a confiança que recebi do meu partido, com um trabalho sério, um trabalho profícuo, um trabalho que realize o Rio Grande do Norte.

            Pode ficar certo, Senador Marco Maciel, que não será uma missão fácil porque não vou encontrar um Estado em situação saudável. Vou encontrá-lo em sérias dificuldades financeiras. Vou ter que tomar medidas que são aparentemente fortes e que poderão desagradar a um ou a outro, mas serão em benefício da coletividade, no zelo do recurso que é do povo e no compromisso maior de fazer com que o nosso Estado possa ser forte, grande e, principalmente, fazer com que os mais carentes, os mais pobres possam realmente se orgulhar de terem nascido no Estado do Rio Grande do Norte.

            Essa é a minha vontade, a minha determinação. Queira Deus, eu possa honrar com esse compromisso.

            Concedo ao Senador Valadares, nosso Senador nordestino, de Sergipe, um aparte.

            O Sr. Antonio Carlos Valadares (Bloco/PSB - SE) - Senadora, gostaria de enaltecer primeiramente o seu trabalho aqui no Senado. Tenho certeza de que foi uma das razões principais da sua eleição para Governadora. Quero lhe desejar sucesso no seu Governo. A sua experiência como Prefeita muito a ajudará na condução da administração do Rio Grande do Norte e, acima de tudo, o seu dinamismo, a sua vontade de fazer o melhor pelo seu povo, pelo seu Estado. O meu desejo, neste instante, é que o Estado do Rio Grande do Norte possa receber de V. Exª o melhor que tem do seu preparo, do plano de governo que elaborou para o seu povo. E, aqui, no Senado Federal, fique certa de que tudo aquilo que for do interesse do Rio Grande do Norte nós estaremos à disposição. Conte conosco. Felicidades.

            A SRª ROSALBA CIARLINI (DEM - RN) - Muito obrigada.

            Não tenho dúvida de que poderei contar com V. Exª. Muitas vezes baterei à porta desta Casa, pois certamente teremos projetos que precisarão da aprovação dos senhores. E, desde já, quero aqui o compromisso de V. Exª nesse apoio, que será fundamental para o nosso Estado.

            Eu gostaria também aqui de relembrar que, quando cheguei a esta Casa, o peso da responsabilidade era muito grande, como primeira mulher do Rio Grande do Norte no Senado Federal. Inclusive entre essas ilustres figuras que citei aqui, que passaram pelo Senado Federal, temos Juvenal Lamartine, que foi, quando Governador, quem autorizou que as mulheres norte-rio-grandenses, e aí um grupo pequeno, comandado por Celina Viana dos Guimarães, pudesse votar pela primeira vez antes que esse voto fosse universalizado em todo o Brasil. Então, nós tivemos em 1929 o primeiro voto feminino registrado no Estado do Rio Grande do Norte, na cidade de Mossoró, acompanhado por mais um grupo de mulheres.

            E houve um fato interessante: ao chegar aqui a esta Casa o Senador eleito, inclusive com votos femininos, o Senado tinha anulado esses votos. Então, hoje é responsabilidade muito grande estar aqui como mulher representando o povo potiguar, da terra onde a mulher teve a ousadia de votar pela primeira vez, na luta para que, votando, pudesse ser votada e aqui fazer um bom trabalho.

            Tenho certeza de que não me acomodei, não cruzei os braços. Fui à luta porque tenho uma característica muito própria, eu sou otimista, mas não daqueles otimistas que esperam que caia do céu - claro, do céu nós queremos muitas bênçãos -, mas otimista que vai à luta, que vai em busca realmente de superar os obstáculos, as barreiras para que realmente possamos fazer acontecer e cumprir a missão que nos é dada pelo povo.

            Ter um mandato, ter sido escolhida, para mim, é algo que significa, é algo que realmente marca muito, é algo que tem um significado realmente muito especial. Honrar a confiança que recebi pelo voto. E é isso que pretendo. Tenho certeza de que fiz, primeiro como Prefeita. Cheguei aqui, eu sei que muitos achavam assim: essa mulher que veio do Rio Grande do Norte, que experiência tem? Foi apenas Prefeita do interior. Mas foi com esse sentimento do interior, esse sentimento do povo mais simples, que cheguei à Casa para poder representá-lo nas questões mais necessárias e urgentes para o povo. E foi com esse mesmo sentimento, com o aprendizado, com o amadurecimento político e, com certeza, com o trabalho que desenvolvemos nesta Casa, que o povo do Rio Grande do Norte me escolheu para conduzir. Porque o governante é o condutor, é quem vai conduzir, se Deus quiser, o momento de transformação, de mudança, de uma vida melhor para o povo potiguar. Fazer acontecer é todo nosso desejo, acontecer para melhor, na saúde, na educação, na segurança, no desenvolvimento econômico e social.

            Sr. Presidente, quero passar à Mesa o ofício solicitando a minha renúncia.

            E, mais uma vez, desejo a todos um Natal de paz, de luz, e que seja este espírito de Natal presente no coração de cada um dos brasileiros durante o ano de 2011, se Deus quiser.

            Muito obrigada. (Palmas.)

            O SR. PRESIDENTE (Acir Gurgacz. PDT - RO) - Receba os nossos cumprimentos, Senadora Rosalba Ciarlini, pelo seu trabalho e o nosso desejo de que a senhora realize o grande sonho de fazer do Rio Grande do Norte um Estado belíssimo - aliás, belíssimo ele é, mas, com a sua administração, tenho certeza que será ainda muito melhor. Então, receba nossos votos de sucesso. Tenho certeza de que sua capacidade administrativa é tão igual quanto foi o seu trabalho aqui nesta Casa. Também desejo Feliz Natal e próspero Ano Novo. Disponha sempre da gente. Pode ter certeza de que estaremos aqui para apoiar tudo o que foi importante para o nosso Estado, o seu Estado do Rio Grande do Norte.

            A SRª ROSALBA CIARLINI (DEM - RN) - Muito obrigada, Sr. Presidente. Pode ficar certo de que os seus votos de sucesso e de realização vão acontecer. Vamos fazer todo o possível. De uma coisa pode ficar certo: graças a Deus, já tive vários mandatos; também como trabalhadora desempenhei várias missões, presidente da Unimed, diretora de hospital, administrei entidades e posso olhar para os meus filhos, olho no olho, de cabeça erguida. Mas quero agora, como Governadora e com as missões que tiver daqui para a frente na minha vida, poder não somente olhar os filhos, mas também os netos e, com isso, estou dizendo o meu sentimento pessoal, e a todo o povo do Rio Grande do Norte, com o sentimento de dever cumprido.

            Muito obrigada.


Modelo1 7/21/241:25



Este texto não substitui o publicado no DSF de 23/12/2010 - Página 60985