Discurso durante a 27ª Sessão Deliberativa Ordinária, no Senado Federal

Registro da apresentação de requerimento de informações à ANAC, questionando o cancelamento de linhas áreas diretas entre Boa Vista e Manaus.

Autor
Ângela Portela (PT - Partido dos Trabalhadores/RR)
Nome completo: Ângela Maria Gomes Portela
Casa
Senado Federal
Tipo
Discurso
Resumo por assunto
TRANSPORTE:
  • Registro da apresentação de requerimento de informações à ANAC, questionando o cancelamento de linhas áreas diretas entre Boa Vista e Manaus.
Publicação
Publicação no DSF de 11/03/2016 - Página 176
Assunto
Outros > TRANSPORTE
Indexação
  • REGISTRO, APRESENTAÇÃO, PROPOSIÇÃO LEGISLATIVA DE REQUERIMENTO NO PROCESSO LEGISLATIVO (RQS), DESTINATARIO, AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ANAC), ASSUNTO, SOLICITAÇÃO, INFORMAÇÃO, MOTIVO, CANCELAMENTO, ROTAS AEREAS, AUTORIA, GRUPO, EMPRESA, TRANSPORTE, PASSAGEIRO, SERVIÇO AEREO, LOCAL, REGIÃO NORTE, ENFASE, MUNICIPIO, BOA VISTA (RR), RORAIMA (RR), MANAUS (AM), ESTADO DO AMAZONAS (AM).

  SENADO FEDERAL SF -

SECRETARIA-GERAL DA MESA

SECRETARIA DE REGISTRO E REDAÇÃO PARLAMENTAR - SERERP

COORDENAÇÃO DE REDAÇÃO E MONTAGEM - COREM

 10/03/2016


    A SRª ANGELA PORTELA (Bloco Apoio Governo/PT - RR. Sem apanhamento taquigráfico.) - Srs. Senadores e Srªs Senadoras, as duas maiores empresas áreas brasileiras, a TAM e a Gol, anunciaram na semana passada o encerramento de seus voos entre Boa Vista e Manaus.

    Com a medida, toda ligação aérea entre Boa Vista e qualquer estado da federação terá que ser feita via Brasília, o que representa um transtorno para os roraimenses e, fatalmente, significará um aumento nos custos de transporte em meu estado e um empecilho a mais para o desenvolvimento de Roraima.

    Como já afirmei inúmeras vezes dessa tribuna, Roraima sofre por ser a único estado do país ainda sem ligação com o sistema elétrico nacional. As consequências são nefastas: apagões constantes, dependência da energia cara e poluente das termelétricas ou do fornecimento instável da Venezuela. E obviamente, atraso econômico para o estado.

    Como se não bastasse esse tratamento desigual a um dos estados da federação, somos agora surpreendidos com mais uma medida discriminatória contra Roraima.

    Para que os senhores senadores e senhoras senadoras tenham noção, hoje é possível comprar um bilhete aéreo entre as capitais de Roraima e do Amazonas por um valor que oscila entre 200 e 400 reais. A viagem dura pouco mais de uma hora.

    Depois das mudanças, que estarão efetivadas em maio, para ir de Boa Vista a Manaus, o cidadão terá que gastar valores que vão de 1.100 reais a 2 mil reais. E além disso, se submeter a perder praticamente todo o dia somando o tempo de voo e a espera para o embarque.

    Ou seja, Sr. Presidente, as companhias aéreas querem tratar os roraimenses como brasileiros de segunda classe.

    Tanto a Gol quanto a TAM alegam motivos de ordem financeira para adotar as medidas. Todos sabemos que a aviação comercial é uma atividade de alto custo econômico e que as empresas têm sofrido com a instabilidade econômica e com a alta do dólar, que provoca o aumento dos preços dos combustíveis.

    No entanto, a aviação tem também característica de serviço público estratégico. Não podemos aceitar que milhares brasileiros sejam privados da integração com o restante do país, em decorrência de oscilações que são próprias das atividades econômicas.

    Nesse sentido, estou protocolando requerimento de informações à ANAC e à Secretaria de Aviação Civil no sentido de saber se o governo está a par da situação e se estuda medidas para evitar mais esse prejuízo aos cidadãos de Roraima.


     U:\SUPER\AAAAAESCRIBA.doc 4:15



Este texto não substitui o publicado no DSF de 11/03/2016 - Página 176