Pela ordem durante a 54ª Sessão Deliberativa Ordinária, no Senado Federal

Considerações sobre a aprovação do processo de privatização da Eletrobras pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Autor
Weverton Rocha (PDT - Partido Democrático Trabalhista/MA)
Nome completo: Weverton Rocha Marques de Sousa
Casa
Senado Federal
Tipo
Pela ordem
Resumo por assunto
Atuação do Tribunal de Contas da União (TCU), Terceiro Setor, Parcerias Público-Privadas e Desestatização:
  • Considerações sobre a aprovação do processo de privatização da Eletrobras pelo Tribunal de Contas da União (TCU).
Publicação
Publicação no DSF de 19/05/2022 - Página 60
Assuntos
Outros > Atuação do Estado > Atuação do Tribunal de Contas da União (TCU)
Administração Pública > Terceiro Setor, Parcerias Público-Privadas e Desestatização
Indexação
  • CRITICA, AUTORIZAÇÃO, PRIVATIZAÇÃO, CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A (ELETROBRAS), APROVAÇÃO, PROCESSO, TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (TCU).

    O SR. WEVERTON (PDT/CIDADANIA/REDE/PDT - MA. Pela ordem.) – Presidente...

    O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Pacheco. Bloco Parlamentar PSD/Republicanos/PSD - MG) – Senador Weverton, com a palavra.

    O SR. WEVERTON (PDT/CIDADANIA/REDE/PDT - MA) – ... antes de V. Exa. encerrar, quero só me somar à fala do nosso Líder da Oposição, Jean Paul.

    Nessa manifestação que houve hoje, dos trabalhadores da Eletrobras, Wellington, lá do Maranhão, estava presente, do Sindicato dos Urbanitários.

    Nós, desde o início, ainda como Deputado Federal, o PDT sempre tivemos uma crítica muito forte na questão da privatização, principalmente de setores estratégicos para o país. E a energia, nem se fale, é um absurdo, nesta altura do campeonato, principalmente com a nossa moeda totalmente desvalorizada!

    O nosso dinheiro, hoje, falava agora há pouco, dá mal para comprar comida. A carne, mais cara, combustível, gás, tudo mais caro, e você, a preço de banana, vem discutir privatização, principalmente no apagar das luzes, em final de Governo. Isso não existe!

    Temos de reagir. Esta Casa não pode aceitar nenhum tipo de privatização em final de Governo.


Este texto não substitui o publicado no DSF de 19/05/2022 - Página 60