Autor
Flávio Arns (PT - Partido dos Trabalhadores/PR)
Data
09/08/2006
Casa
Senado Federal 
Tipo
Pronunciamento 

O SR. FLÁVIO ARNS (Bloco/PT - PR. Sem apanhamento taquigráfico.) - Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, no último fim-de-semana, o Brasil inteiro acompanhou e participou do belíssimo espetáculo promovido pela campanha “Criança Esperança”, patrocinada pela Rede Globo de Televisão. Em verdade, os números artísticos e as apresentações musicais representaram o coroamento de uma campanha que já se integrou ao calendário anual do País.

Por meio de ligações telefônicas, pessoas espalhadas por todo o País puderam dar sua contribuição financeira para que importantes ações desenvolvidas por diversas organizações sociais possam continuar a dar futuro e esperança para os pequenos e mais humildes brasileiros.

Na campanha deste ano, foram 64 projetos apoiados, com resultados extraordinários para a vida de muitos jovens e crianças de nosso País. Projetos arrojados e inovadores como a construção dos “Espaços Criança Esperança” nas periferias das grandes cidades, que oferecem cursos profissionalizantes e aulas de artes e esportes, permitindo retirar milhares de jovens do ócio destrutivo das ruas e dando-lhes horizonte, valores, respeito e auto-estima.

E não podemos, Sr. Presidente, Srªs e srs. Senadores, falar do “Criança Esperança” e de ações de apoio à infância no Brasil sem destacarmos a monumental obra realizada pela Pastoral da Criança.

Sob a sensível e competente liderança da Dra. Zilda Arns, a Pastoral, como organismo de ação social vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), completa 23 anos com um trabalho que enche os olhos de todos os que se preocupam com a saúde e com a boa formação de nossas crianças.

Atualmente, já são um milhão e oitocentas mil crianças beneficiadas diretamente pelas ações de promoção fornecidas pela Pastoral no Brasil. E pensar que tudo começou com um pequeno projeto-piloto em Florestópolis, no meu querido Paraná, que conseguiu baixar em 78% a mortalidade infantil registrada no Município!

Desde sua criação, meus nobres Colegas, a Pastoral da Criança tem como principal objetivo garantir o desenvolvimento integral das crianças, e das suas famílias. No geral, o acompanhamento é realizado nas próprias localidades e se dá em três etapas: a visita familiar, o Dia da Pesagem e a reunião de avaliação com líderes comunitários.

Na visita familiar, profissionais da área de saúde vão aos lares acompanhar como as crianças vivem e as condições em que são criadas. Em seguida, são passadas as orientações necessárias e o acompanhamento caso algum problema seja detectado.

No Dia da Pesagem, o crescimento e o desenvolvimento da criança são medidos e analisados conforme o seu histórico. Ao final das inspeções, há reuniões com líderes da comunidade para que o trabalho seja efetivado da melhor maneira possível e os resultados possam ser alcançados.

Sr. Presidente, Srªs e srs. Senadores, neste momento em que as eleições se aproximam, o grandioso e inestimável trabalho desenvolvido pela Pastoral da Criança, assim como a campanha do “Criança Esperança”, devem servir como inspiração para todos nós, no sentido de que firmemos um compromisso inabalável de apoio e fomento à assistência infantil integral. Toda criança tem o direito inalienável de brincar, de crescer com saúde e, sobretudo, de sonhar, porque é dos sonhos de hoje que veremos surgir um mundo melhor no amanhã. Cabe a todos nós pela união de esforços e ideais garantir que a cidadania se transforme em realidade.

Era o que eu tinha a dizer.

Muito obrigado.

<