Autor
César Borges (PFL - Partido da Frente Liberal/BA)
Data
13/03/2007
Casa
Senado Federal 
Tipo
Fala 

            O SR. PRESIDENTE (César Borges. PFL - BA) - Não havendo mais oradores, resta-nos, neste momento, agradecer a presença das autoridades civis, militares e diplomáticas, em especial ao Comandante Júlio Soares, desejando-lhe muito sucesso na assunção ao cargo maior de Comandante da Marinha do Brasil e parabenizar a Marinha pelo trabalho que faz em prol do Brasil, em especial, pelo Proantar.

            O sentimento de todos nós, Senadores, que tivemos a oportunidade de participar do Programa e de conviver com V. Exª, é de entusiasmo, de orgulho e de patriotismo revigorado. É um trabalho de heróis, de pessoas que se dedicam com disciplina e com amor à causa. Tive oportunidade de dizer ao Comandante Parente, eu que me considero um pouco um homem do mar, porque sou também alguém que vive no mar - sou mestre amador -, que quem vai ao mar vai com amor; não vai simplesmente cumprindo uma missão. Ali, eu via oficiais que cumpriam sua missão de forma eficiente, mas também pessoas que abraçavam a causa com muito amor, que era a causa do Proantar.

            Então, é com muito orgulho que esta Casa fez esta sessão em homenagem a esse Programa, que comemora seus 25 anos. Esperamos, sinceramente, que o Proantar tenha o apoio de todos os brasileiros - tenho certeza de que terá o apoio do Senado Federal -, para que recursos não faltem para que o Programa amplie seus horizontes, para que as pesquisas ali realizadas - e vejo aqui pesquisadores que vivem ali talvez uma etapa importante de suas vidas de pesquisadores - tenham o apoio necessário do Estado brasileiro, que nada mais é do que o apoio orçamentário; que o Orçamento possa contemplar a importância de vida desse projeto.

            Portanto, é com muita satisfação que agradeço a presença de todos e os convido para a abertura da exposição comemorativa e para o lançamento do selo - aqui está o Presidente dos Correios - do Ano Polar Internacional, que se dará no Salão Negro, a partir da suspensão desta sessão.

<