Autor
Carlos Dunga (PTB - Partido Trabalhista Brasileiro/PB)
Data
02/04/2008
Casa
Senado Federal 
Tipo
Pronunciamento 

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eminente Senador Efraim Morais, inicialmente, quero agradecer as palavras aqui proferidas pelo meu Líder e dizer para a Bancada do PTB que o nosso comportamento partidário é de vários mandatos dentro de um contexto no meu Estado, na base, na formação de diretórios, na formação de um eleitorado dentro do que o PTB espera: o aumento do seu povo.

Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, estou aqui motivado pelo art. 56, § 1º, da nossa Carta Magna.

Tenho muito a agradecer, Sr. Presidente.

Agradeço a acolhida a mim dispensada neste momento de retorno ao Parlamento, desta feita para exercer, pela primeira vez, um cargo senatorial, ocupando, por um período temporário, a vaga do nobre Senador Cícero Lucena que ora se afasta; a Deus, por ter permitido que um homem de origem simples, ex-caminhoneiro, ex-professor, ex-vice-prefeito, ex-prefeito, ex-deputado estadual, ex-deputado federal, ex-governador do meu Estado, pela oportunidade de viver este instante, um misto de reconhecimento e orgulho que agora ocupo o mandato de Senador, representando o Estado da Paraíba, ao lado de V. Exªs, ex-Presidentes da República, Governadores, Senadoras e Senadores de tão grandes experiências; ao povo da Paraíba, pelos 803.600 votos obtidos na eleição de 2006. Agradeço a todos na pessoa do Exmº. Sr. Governador Cássio Cunha Lima; à minha família, em memória ao meu pai Pedro Marques Filho, minha mãe, minha esposa, meus irmãos, meus filhos e meus netos, abraçando a todos nas pessoas de Carlos José Castro Marques, Prefeito de Boqueirão; Frederico Marinheiro, Prefeito de Juazeirinho; Carlos Dunga Júnior, Deputado Estadual do meu Estado.

O Sr. Arthur Virgílio (PSDB - AM) - Permite-me um aparte, Senador Carlos Dunga?

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Pois não.

O Sr. Arthur Virgílio (PSDB - AM) - Senador Carlos Dunga, faço questão de saudá-lo em meu nome pessoal, colega seu de Câmara de Deputados que fui, e como Líder do PSDB, portanto, em nome do meu Partido, desejando-lhe uma feliz passagem por esta Casa. Sei que não haverá de ser diferente. E dizendo a V. Exª que a presença da nossa Bancada tucana, no Senado da República, nas Comissões, na política de bastidores e na tribuna, do Senador Cícero Lucena é algo louvável. O Senador é atento às questões da Paraíba, o Senador é leal ao seu Partido, é leal ao Governador Cássio Cunha Lima; é uma figura, por outro lado, independente nas suas posições. O Senado tem tido uma grata revelação na figura do Ministro Cícero Lucena. Gostaria ainda de transmitir aqui, no momento em que a sessão é de maneira muito feliz presidida pelo nosso companheiro e paraibano ilustre Efraim Morais, o apreço que temos pelo Governador Cássio Cunha Lima, pelo meu querido amigo Ronaldo Cunha Lima, e, já que falei de Cícero, Efraim, Ronaldo e Cássio, dizer que recebemos V. Exª de braços abertos, para que desempenhe o seu mandato com a nossa ajuda, com a sua experiência e com seus compromissos paraibanos do melhor jeito. A Paraíba terá em cada um de nós um Senador desse Estado pelo seu passado de bravura, pelas suas lutas tão cheias de epopéias, pelo sentimento do seu povo, pela beleza da sua natureza, pela sua cultura popular e pelo contraste entre a belíssima João Pessoa e aquele milagre fora do litoral, que é Campina Grande. Em outras palavras, seja muito bem-vindo e seja muito feliz neste mandato, um mandato que herda temporariamente de um notável Senador, nosso querido amigo e companheiro Cícero Lucena.

Muito obrigado. Seja bem-vindo, repito.

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Agradeço a V. Exª, Senador Arthur Virgílio, V. Exª que é um vigilante, V. Exª que é um Senador que traz diariamente a sua palavra a esta Casa. Sem dúvida, a palavra de V. Exª vem encorajar um homem do interior que, aqui chegando, vem com a vontade de querer ajudar esta Casa, o meu País e o meu Estado.

Agradeço também, Sr. Presidente, em nome de meus eternos amigos, Ernesto do Rêgo, Sebastião de Paula Rêgo, Antônio Marinheiro e José Braz do Rêgo, pessoas com quem V. Exª tanto conviveu e que foram, sem dúvida, os âncoras da minha vida pública.

Chego a esta Casa, Sr. Presidente, Srªs Senadoras e Srs. Senadores, depois de ouvir muitos paraibanos. Trouxe quatro questões para debate, Senador Collor:

1. A interligação de bacias. Represento o semi-árido, o Cariri paraibano, com uma média anual de 300 milímetros pluviométricos e, em alguns anos, com apenas 100 milímetros. Hoje, temos açudes sangrando, rios cheios, riachos e regatos, porém não podemos esquecer que há 30 dias 80% do meu Estado estavam sendo abastecidos com carros-pipas, região que tem uma população de 1.500.000 habitantes. Já chegou a 32% da capacidade de abastecimento pela Bacia do Açude Epitácio Pessoa, situado no eixo leste do projeto de interligação de bacias.

2. O Nordeste, Sr. Presidente, está vivendo um dos maiores invernos dos últimos 50 anos. Porém, é necessário estimular o produtor rural com crédito, com custeio agrícola. Caso contrário, poderemos não registrar nenhuma produção ou geração de emprego e renda com o cultivo de subsistência.

3. A interiorização da universidade. Segundo os dados do último censo nacional de ensino superior, em 2003, foram registrados 3.887.771 matrículas em cursos de graduação presencial no Brasil, sendo que 70% delas em instituições privadas e apenas 29% em instituições públicas. O Estado da Paraíba vem fazendo a sua parte com a autonomia e a ampliação da Universidade Estadual da Paraíba nas cidades de Catolé do Rocha, João Pessoa, Guarabira e Monteiro. Com efeito, a criação do Campus universitário da Universidade Federal de Campina Grande. O Governo Federal precisa, cada vez mais, acelerar a criação de novas escolas no Estado da Paraíba.

O Sr. Fernando Collor (PTB - AL) - Senador, V. Exª me concede um aparte?

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Ouço, com muita atenção, o Senador Collor.

O Sr. Fernando Collor (PTB - AL) - Senador Carlos Dunga, como integrante da Bancada do Partido Trabalhista Brasileiro nesta Casa, desejo trazer também a minha palavra de boas-vindas a V. Exª. Como Senador da República, como alagoano, como nordestino e como cidadão paraibano, desejo-lhe uma profícua passagem pelo Plenário desta Casa e pelas comissões temáticas. V. Exª chega ao Senado da República com boas notícias, de um bom inverno, que faz com que as nossas barragens e os nossos açudes hoje possam dar e gerar alguma esperança aos nossos sertanejos e compatriotas. V. Exª, que tem uma vida tão rica, de dedicação ao seu Estado e ao seu povo, chega hoje ao Senado da República substituindo o nobre Senador Cícero Lucena, que também honra uma das três cadeiras de que a Paraíba dispõe neste Plenário. Não tenho a menor dúvida de que V. Exª saberá, dentro da Bancada do PTB, trazer, fruto de toda essa sua experiência, a sua palavra, o seu encorajamento, para que nós, que fazemos a Bancada do PTB nesta Casa, continuemos unidos e firmes dentro de um mesmo objetivo. A Bancada do Partido Trabalhista Brasileiro no Senado da República é aquela que apresenta o maior índice de coesão nas decisão aqui tomadas. E V. Exª, não tenho a menor dúvida, saberá cumprir com aquilo que o trabalhismo brasileiro, desde a época de Dr. Getúlio, vem pregando e trazendo por gerações atrás de gerações. Portanto, Senador Carlos Dunga, seja muito bem-vindo. Nós o acolhemos de braços abertos e de coração cheio de esperança para a grande contribuição que o senhor dará aos trabalhos realizados no Senado da República.

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Agradeço a palavra de V. Exª, Senador Collor, e digo que a Paraíba já o recebeu várias vezes de braços abertos, a Paraíba, com seu coirmão, Deputado Pedro Medeiros, que lhe outorgou esse título por intermédio da nossa Casa de Epitácio Pessoa. Fique certo de que os paraibanos se irmanam a V. Exª nessa cidadania que recebeu do meu Estado.

Ouço, com muita atenção, V. Exª; e em seguida o Senador Romeu Tuma.

A Srª Rosalba Ciarlini (DEM - RN) - Senador Carlos Dunga, sou sua vizinha - podemos dizer assim -, ali do Rio Grande do Norte. Tenho uma identidade muito grande com a Paraíba, porque foi lá que comecei os meus estudos de Medicina. O senhor tem uma vida dedicada a servir no Estado da Paraíba, e esta Casa o recebe de braços abertos. Nós, democratas, queremos lhe dar as boas-vindas. As suas lutas pela transposição do rio São Francisco também são a luta do nosso ilustre colega Cícero, com quem aqui nos irmanamos na defesa das ações para combater os efeitos da seca. A questão da universidade. Aqui o senhor traz assuntos que são também nossas bandeiras. Então, eu quero dar as boas-vindas, desejar todo o sucesso no período que o senhor traz aqui a sua experiência de homem do interior, como o senhor bem aqui colocou: a experiência de um homem do interior, que conhece a realidade do nosso semi-árido, que conhece as dificuldades do nosso Nordeste. Tenho certeza de que o senhor irá contribuir muito para fazer com que o Senado possa cumprir essa grande missão, que é ajudar o Brasil a se desenvolver com mais cidadania, com justiça social. Parabéns e seja bem-vindo, Senador Carlos Dunga. 

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Agradeço a V. Exª, Srª Senadora, e reafirmo a nossa irmandade: Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará somos Estados coirmãos. Não há diferença entre um paraibano e um rio-grandense-do-norte, um pernambucano e um alagoano, porque temos os mesmos problemas. Lutamos pelos mesmos ideais e pelos mesmos objetivos. Nós somos do semi-árido e, por isso, estamos aqui todos lutando numa mesma bandeira, que é defender o semi-árido da nossa Região. A interiorização de uma universidade, a Universidade Federal de Campina Grande, já beneficia uma parte do Rio Grande do Norte em Cuité, também Catolé do Rocha, que são Municípios limítrofes lá com o nosso coirmão, Estado do Rio Grande do Norte.

O Sr. Epitácio Cafeteira (PTB - MA) - V. Exª me permite um aparte?

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Ouço com atenção o ilustre Senador Romeu Tuma, que foi meu professor. Como Deputado Federal, estive percorrendo este País todo com ele na CPI de Roubo de Cargas. Ganhei muitas experiências de V. Exª, nobre Senador, e hoje, mais uma vez, venho receber de V. Exª orientações para possamos lutar, no PTB e nesta Casa, pelo mesmo objetivo.

O Sr. Romeu Tuma (PTB - SP) - Senador Carlos Dunga, desculpe-me pela confusão de Deputado, porque, por longo tempo, assim o chamava. O Senador Fernando Collor foi claro nas colocações que fez sobre o Partido que é engrandecido com a presença de V. Exª. Ele não é um partido árido, mas frutífero pela sua atividade. V. Exª fala da região semi-árida e do sofrimento do povo dos Estados citados por V. Exª. Mas tenha certeza de que até um paulista será solidário com V. Exª nas discussões sobre a importância que o Nordeste representa para a Nação brasileira, principalmente na sua parte econômica e social. E há grandes exemplos: o trabalho desenvolvido pelo então Presidente da República, Fernando Collor, e aqui, no Congresso Nacional, sempre vigilante sobre a unidade do PTB. S. Exª é um espírito bom e faz com que essa unidade prevaleça sempre em qualquer tempo de dificuldade, porque cada um de nós tem um pensamento. E a grande força é a capacidade de uni-la para poder, objetivamente, buscar o que é do interesse da sociedade. Tenho dito aqui, com fórum íntimo, e sinto a mesma coisa em relação aos membros do PT, que, acima de qualquer interesse político, partidário ou pessoal, deve prevalecer o interesse público. E essa é a figura que, sem dúvida, o PTB vem defendendo. Desejo a V. Exª toda a sorte. Tenho certeza que poderemos percorrer o Brasil objetivando outros tipos de trabalho no interesse da sociedade. Boa sorte a V. Exª.

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Agradeço a V. Exª, ilustre Senador Romeu Tuma, e incorporo o seu aparte ao nosso pronunciamento.

4. Sr. Presidente, venho cobrar das autoridades federais os recursos para o meu Estado. Este faz o seu dever de casa: vem cumprindo, desde 2005, o plano de ajuste fiscal da Secretaria do Tesouro Nacional, que leva ao Estado o equilíbrio financeiro. Destaco hoje o programa de desenvolvimento sustentável “Paraíba em suas Mãos”, coordenado pela primeira-dama, Sílvia Cunha Lima, que viabiliza as vocações locais e naturais, transformando anônimos em empreendedores, com o reconhecimento nacional. Dentre as parcerias com o Governo Federal, destaco o “Programa Leite da Paraíba”, com a distribuição de 120 mil litros/dia; as duplicações da BR-230 e da BR-101, que liga João Pessoa, Recife e Natal. Precisamos agora, de mãos dadas, toda a Bancada da Paraíba, lutarmos pelos recursos do PAC para atendermos às demandas de infra-estrutura, saúde social e turismo para o Estado da Paraíba.

O Sr. Epitácio Cafeteira (PTB - MA) - V. Exª me permite um aparte?

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Pois não, ilustre Senador Cafeteira, paraibano.

O Sr. Epitácio Cafeteira (PTB - MA) - Pois é.

Eu queria dar a V. Exª a melhor notícia de hoje: V. Exª já está indicado para a Comissão de Agricultura do Senado, o que era seu desejo.

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Agradeço a V. Exª, pela Liderança, a indicação para a Comissão de Agricultura.

Acompanhei a Comissão de Agricultura da Câmara Federal, ao lado de valiosos companheiros, durante oito anos, e, nesse trabalho, pude ajudar o meu Estado.

5. Quero agradecer a todos os amigos que aqui estão, à Bancada do meu Estado, Secretários de Estado, Vereadores, Prefeitos, na pessoa do ilustre Deputado Armando Abílio, Presidente do PTB do Estado do Paraíba.

Aqui, Sr. Presidente, Srªs e Srs. Senadores, espero poder continuar essa minha luta. Sei que a minha passagem nesta Casa será breve, porém estou disposto a tornar este tempo extenso em profundidade e profícuo e fecundo em qualidade. Irei direcionar o meu trabalho nessas vertentes que considero primordiais para o engrandecimento do Estado da Paraíba e do Brasil.

Muito obrigado, ilustre companheiro, Presidente Senador Efraim Morais.

O SR. PRESIDENTE (Efraim Morais. DEM - PB) - Senador Carlos Marques Dunga, V. Exª foi Deputado Estadual e Deputado Federal e, agora, é Senador. Tive a honra de, junto com V. Exª, ser Deputado Estadual, Deputado Federal e, agora, Senador. Conheço muito bem a história política de V. Exª, que é sertanejo, habilidoso, sério e dedicado e que tem muito trabalho e serviço prestado à Paraíba e aos paraibanos. Foi Vice-Prefeito e Prefeito de Boqueirão, Deputado Estadual por quatro legislaturas, tendo presidido aquela Casa, oportunidade em que assumiu o Governo do Estado; depois, veio à Câmara dos Deputados por duas legislaturas, prestando grande serviço aos nossos conterrâneos paraibanos; e, agora, é Senador da República. Antes, foi Secretário da Agricultura do nosso Estado, Chefe da Casa Civil. Enfim, V. Exª tem uma folha extensa de serviços prestados à Paraíba e ao Brasil.

Nós, na condição de paraibanos, queremos desejar as boas-vindas a V. Exª, sabendo que o trabalho que haverá de desenvolver neste período inicial de seu mandato, nestes 120 dias, será realmente em defesa da Paraíba e dos paraibanos.

Seja bem-vindo! O Congresso Nacional e, em especial, o Senado recebem V. Exª de braços abertos.

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Muito obrigado, Sr. Presidente.

A SRª IDELI SALVATTI (Bloco/PT - SC) - Peço a palavra pela ordem, Sr. Presidente.

O SR. PRESIDENTE (Efraim Morais. DEM - PB) - Senadora, o Senador Carlos Dunga ainda está com a palavra. Depois, eu a concederei a V. Exª.

A SRª IDELI SALVATTI (Bloco/PT - SC) - Perdão, pensei que S. Exª já tivesse encerrado.

O SR. PRESIDENTE (Efraim Morais. DEM - PB) - Agradeço a V. Exª.

O SR. CARLOS DUNGA (PTB - PB) - Muito obrigado, Sr. Presidente.

<