Autor
Eduardo Suplicy (PT - Partido dos Trabalhadores/SP)
Data
16/12/2008
Casa
Senado Federal 
Tipo
Para discursar 

  SENADO FEDERAL SF -

SECRETARIA-GERAL DA MESA

SUBSECRETARIA DE TAQUIGRAFIA 


O SR. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT - SP. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) - Prezado Presidente Alvaro Dias, quero cumprimentar o Senador Paulo Paim pela iniciativa de homenagear os 25 anos do Diap; o companheiro Ulisses Riedel, fundador do Diap e Diretor-Técnico também; o Sr. José Gabriel Teixeira dos Santos, Vice-Presidente, que representa o Presidente do Diap; o Sr. Celso Napolitano; o Sr. Antonio Queiroz, Diretor do Diap; o Sr. Epaminondas Lino de Jesus, Superintendente do Diap do Distrito Federal; membros do Conselho Diretor e Fiscal do Diap, da Associação Nacional dos Servidores da Previdência, funcionários e todos aqueles que têm contribuído como filiados do Diap, quero enaltecer o extraordinário trabalho que têm realizado.

Os Senadores Paulo Paim, Pedro Simon, Cristovam Buarque, Heráclito Fortes, dentre outros, já colocaram, aqui, muito bem a história do Diap, e eu não preciso repeti-la. Apenas quero dizer da importância da interação de vocês como uma voz que nos ajudam a caminhar na direção mais correta.

Tenho tido a honra de ser escolhido desde a primeira vez da publicação de “Os Cabeças do Congresso Nacional”. Felizmente sempre tenho estado presente na escolha voluntária de vocês. Nunca me consultaram antes de como é que alguém estaria, ou eu próprio estaria, e felizmente tenho estado.

Gostaria de lhes formular um convite. Sobre esse convite, outro dia conversei com o presidente do Diap. Mas, agora, quero formulá-lo exatamente nesta sessão. Ainda ontem, escrevi uma carta-convite, pela direção da Rede Mundial da Renda Básica, ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para que Sua Excelência faça a palestra inaugural do XIII Congresso Internacional da Basic Income Earth Network, que será realizado nos dias 1º e 2 de julho de 2010. É um convite que faço ao Presidente e à direção do Diap com um ano e meio de antecedência.

Estaremos ali pensando em como é que estamos avançando a proposta da renda básica, que, espero, até 2010 comece a se tornar uma realidade. E como tantos diretores do Diap têm compreendido essa proposta, inclusive acredito que esteja aqui entre os cabeças do Congresso Nacional exatamente por defenderem o direito inalienável de todos partilharem da riqueza da nação através de uma renda, não importa sua origem, raça, sexo, idade, condição civil ou mesmo socioeconômica, eu gostaria de passar de lhe às mãos a cópia da carta que eu enviei ontem ao Presidente Lula porque é também um convite do Diap.

Eu aqui ressalto que são mais de quinze instituições, inclusive o Diap, o Dieese, a Faculdade de Economia e Administração da USP, a FGV, a Universidade Federal do Rio de Janeiro, o IBGE, o Ipea, a Retivitas. Mais de dez universidades colaborarão para o sucesso desse evento, que tem como um de seus maiores entusiastas o Prêmio Nobel da Paz Desmond Tutu, que, na África do Sul, Namíbia e em muitos países da África, tem conclamado a se instituir...

Ainda hoje estive em Cabo Frio falando para mais de 400 pessoas que todas estudam as transferências de renda e ali expus que seja em Cabo Frio, seja no Rio de Janeiro, seja em São Paulo, seja em Santo Antonio do Pinhal, seja no menor município brasileiro, Bora, seja no maior município brasileiro em São Paulo ou no Rio de Janeiro, com 6,3 milhões, todos podem se tornar exemplos da transição do Programa Bolsa Família para o Renda Básica de Cidadania. Se o Programa de Renda Mínima, associado à educação, iniciou-se o Bolsa Escola, com Cristovam Buarque, com Magalhães Teixeira, em nível local é perfeitamente possível se fazer a transição do Bolsa Família para o Renda Básica de Cidadania.

Eu gostaria de conclamá-los ao Diap para se envolver nessa batalha. Portanto, esse é o convite que, com muita alegria, eu lhes faço. Parabéns ao Diap pelos 25 anos de vida! Que tenha longa vida!

Muito obrigado. (Palmas.)


Modelo1 5/28/206:20