Lopes Gama (Fora de Exercício)

Lopes Gama

Dados Pessoais

Nome civil:
Caetano Maria Lopes Gama
Data de Nascimento:
05/08/1795
Data de Falecimento:
21/06/1864
Naturalidade:
Recife (PE)

Histórico Acadêmico


Curso Grau Estabelecimento Local
Humanidades Secundário Mosteiro de São Bento Olinda
Direito Superior Universidade de Coimbra Coimbra

Profissões

  • Advogado  
  • Magistrado  
  • Servidor Público  

Mandatos

Mandato Início Fim
Presidente da Junta Governativa - AL 1822 1822
Deputado - AL 1823 1823
Presidente de Província - GO 1824 1827
Deputado Geral - PE 1826 1829
Presidente de Província - RS 1829 1831
Deputado Geral - GO 1830 1833
Senador - RJ 1839 1841
Senador - RJ 1843 1844
Presidente de Província - AL 1844 1845
Senador - RJ 1845 1847
Senador - RJ 1848 1849
Senador - RJ 1850 1852
Senador - RJ 1853 1856
Senador - RJ 1857 1860
Senador - RJ 1861 1863
Senador - RJ 1864 1864

Homenagens

- Grande do Império;
- Grande Dignitário da Ordem da Rosa;
- Comendador da Ordem de Cristo;
- Oficial da Ordem do Cruzeiro;
- Grã-Cruz da Ordem de São Januário de Nápoles
- Ordem Turca de Medgidie, de Primeira Classe.

Trabalhos publicados

- Relatório da Repartição dos Negócios Estrangeiros apresentado à Assembléia Legislativa na Segunda Sessão da Décima Legislatura. Rio De Janeiro, 1858.
- Parecer em separado sobre a questão: 'Quais as providências que se devem tomar e que disposições se devem optar para regular, no Brasil, os casamentos mistos e evangélicos? Casamento de Catarina Scheid, protestante, casada com Francisco Fagundes, católico romano' In 'Casamento Civil'. Ministério dos Negócios da Justiça, sendo Ministro da Justiça o Conselheiro Nabuco. Rio De Janeiro, 1860.
- Memorando Reservado, dirigido ao Ilmo. e Exmo. Sr. Aureliano de Souza e Oliveira Coutinho. sobre a questão do Oiapok (Anexo à 'Memória sobre os limites entre o Império e a Guiana Francesa, por Manoel Maria Lisboa); Rio de Janeiro, 1881.
- Estatística da Província de Goiás, remetida à Secretaria de Estado dos Negócios do Império. 1825.
- Ofício dirigido a José Feliciano Fernandes Pinheiro, em aue dão-se esclarecimentos necessários para se conhecer da possibilidade e proveito da abertura de uma estrada e que vai de algum ponto desta província até as cabeceiras do Rio Moju ou Iguarapé-Mirim e outros
objetos, datado da Cidade de Goiás, a 24 de Maio 1827.

Fonte: Secretaria-Geral da Mesa, Coordenação de Arquivo e Coordenação de Biblioteca.