Visconde do Rio Branco (Fora de Exercício)

Visconde do Rio Branco

Dados Pessoais

Nome civil:
José Maria da Silva Paranhos
Data de Nascimento:
16/03/1819
Data de Falecimento:
01/11/1880
Naturalidade:
Salvador (BA)

Histórico Acadêmico


Curso Grau Estabelecimento Local
Secundário Secundário Academia Naval Salvador
Engenheiro Superior Escola Militar da Corte
Matemática Superior

Profissões

  • Diplomata  
  • Jornalista  
  • Professor(a)  
  • Servidor Público  

Mandatos

Mandato Início Fim
Vice-presidente de Província - RJ 1846 -
Presidente de Província - RJ 1846 -
Deputado Provincial - RJ 1848 -
Deputado Geral - RJ 1848 1848
Deputado Provincial - RJ 1853 1856
Deputado Geral - RJ 1854 1856
Deputado Geral - RJ 1857 1860
Presidente de Província - RJ 1858 1859
Deputado Geral - RJ 1861 1862
Senador - MT 1863 1863
Senador - MT 1864 1866
Senador - MT 1867 1868
Senador - MT 1869 1872
Senador - MT 1872 1875
Senador - MT 1877 1878
Senador - MT 1878 1880

Homenagens

- Visconde do Rio Branco com grandeza-1870;
- Comendador da Ordem da Rosa;
- Grã-Cruz da Ordem Francesa da Legião da Honra;
- Grã-Cruz da Ordem Portuguesa da Vila-Viçosa;
- Grã-Cruz da Ordem de Cristo;
- Grã-Cruz da Ordem de Carlos III, da Espanha;
- Grã-Cruz da Ordem de S. Maurício e São Lazáro, da Itália;
- Grã-Cruz da Ordem de Leopoldo, da Bélgica;
- Dignatário das Ordens da Águia Branca e Santana, da Rússia;
- Grão-Mestre da Maçonaria Brasileira.
- Professor jubilado da Escola Politécnica, honorário da Escola de Belas Artes;
- Major honorário do Exército.

Trabalhos publicados

- Vários relatórios:
O Nosso Tempo, Jornal político-literário. Rio de Janeiro, 1844-1845.
Moribundo
Jornal Político
Joco-sério. Rio de Janeiro, 1849
Cartas de um amigo ausente. Publicado no Jornal do Comércio, Rio de Janeiro.
Projeto de Código Criminal Militar. Rio de Janeiro, 1864.
A Convenção de 20/02. Rio de Janeiro, 1865.
Discurso do Ministro e secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros. Rio de Janeiro, 1855.
Discurso do Ministro da Fazenda, proferido na Câmara dos Deputados na sessão de 27/06/1861. Rio de Janeiro, 1861.
Discurso pronunciado na Câmara dos Deputados em 14/07/1862, sobre política externa.
Proposta do Governador sobre Reforma do Estado Servil. Rio de Janeiro, 1871.
Sessões Legislativas de 1870-1871. Rio de Janeiro, 1871.
Questão Religiosa - Discurso no Senado. Rio de Janeiro, 1873.
Voto de Graças - Discurso. Rio de Janeiro, 1873.
Companhia de Navegação do Amazonas - Discuros proferido no Senado, em 10/10/1877. Rio de Janeiro, 1877.
A Medalha Hawkshaw - Discurso proferido, em 13/11/1877, no Instituto Politécnico Brasileiro, em sessão de 13/11/1877. Rio de Janeiro, 1877.
Discurso pronunciado na abertura da sessão da Assembléia Geral da Sociedade Auxiliadora da Indústria Nacional, em 30/10/1877, Rio de Janeiro.
Notas de viagem
Memórias Íntimas. Deixou, ainda, inéditos alguns trabalhos.

Fonte: Secretaria-Geral da Mesa, Coordenação de Arquivo e Coordenação de Biblioteca.