Data do Pronunciamento Tipo do Pronunciamento Casa Partido/UF Resumo do Pronunciamento
11/04/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP A QUESTÃO DA DIVIDA EXTERNA BRASILEIRA. ANUNCIANDO PARA BREVE A APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE LEIS DISPONDO SOBRE A COBRANÇA DE IMPOSTO DE RENDA SOBRE JUROS DA DIVIDA INTERNACIONAL, E A INSTITUIÇÃO DO PROGRAMA DE RENDA MINIMA OU PROGRAMA DE IMPOSTO DE RENDA NEGATIVO. SOLICITANDO ESCLARECIMENTOS A MESA SOBRE OCUPAÇÃO DE DEPENDENCIA DO SENADO DESTINADO A SUA EXCELENCIA.
09/04/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP INCIDENTES POLICIAIS OCORRIDOS EM BAGE-RS, CULMINANDO COM A MORTE DOS SEM-TERRA E FERIMENTO DE OUTROS. PLANO DO PT A SER APRESENTADO AMANHÃ, PELO PRESIDENTE DO PARTIDO, SENHOR LUIZ INACIO LULA DA SILVA, REFERENTE A REFORMA AGRARIA.
03/04/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP ENCAMINHANDO A MESA REQUERIMENTO DE INFORMAÇÕES SOBRE O REFINANCIAMENTO DA DIVIDA DOS USINEIROS.
01/04/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP FRAUDES NO INSS.
27/03/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP A CONSTRUÇÃO DE UMA POLITICA ECONOMICA CIVILIZADA. PROJETO A SER APRESENTADO PELO ORADOR, ESTABELECENDO O IMPOSTO DE RENDA NEGATIVO.
26/03/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP ENCONTRO DO PRESIDENTE FERNANDO COLLOR COM PRESIDENTES DE PAISES VIZINHOS, EM ASSUNÇÃO, OBJETIVANDO A CRIAÇÃO DO MERCADO COMUM DO SUL - MERCOSUL. ENCHENTES EM SÃO PAULO. GREVE DOS MOTORISTAS E COBRADORES DA CMTC.
21/03/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP COBRANDO AO GOVERNO NORTE-AMERICANO O PERDÃO DA DIVIDA EXTERNA BRASILEIRA, NA FORMA CONCEDIDA A POLONIA.
19/03/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP PRESENÇA, NO SENADO, DE LIDERANÇAS SINDICAIS DOS PETROLEIROS. APELO EM FAVOR DA NEGOCIAÇÃO OBJETIVANDO O FIM DA GREVE DOS PETROLEIROS.
14/03/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP PARTICIPAÇÃO DE PARLAMENTARES EM ATO PUBLICO CONTRA A VIOLENCIA NO CAMPO REALIZADA EM RIO MARIA - PA.
12/03/1991 Para discursar Senado Federal PT/SP DECRESCIMO DO PRODUTO INTERNO BRUTO E QUEDA DA RENDA PER CAPITA, EM 1990, EM FACE DA POLITICA RECESSIVA DO GOVERNO.